6 maneiras de aumentar o tempo de voo do seu Drone

Todos sabemos que as baterias ainda são a pedra no sapato de todos que utilizam Drones, tanto para hobby quanto profissionalmente. Mas então como fazer para aumentar o tempo de voo do seu Drone?

Muitas vezes a resposta não está apenas em comprar uma dúzia de baterias. Pequenas ações podem aumentar o tempo de voo do seu Drone em até 20% e você nunca se deu conta ou pelo menos não arriscou testar.

As dicas que daremos aqui vai variar de modelo para modelo, mas fique atento porque alguma desta deve se encaixar perfeitamente no Drone que você voa.

1 – Voar nas melhores condições ambientais

Chuva, neblina, ventos e até a pressão atmosférica vão influenciar no tempo de voo do seu Drone. O esforço para manobras e para estabilização da aeronave vão certamente custar uma carga extra da sua bateria. No caso da pressão atmosférica, quanto mais altitude mais rarefeito fica o ar e isso vai implicar simplesmente na maior necessidade de rotações do motor para manter o Drone no ar, resultando em… Gasto de bateria! Não menos importante, vale lembrar que chuva e neblina podem comprometer também o funcionamento do seu Drone, pois podem causar curto nas partes eletrônicas ou até ferrugem nas partes metálicas.

A empresa de Cursos de Drones mais antiga e mais bem avaliada de São Paulo

2 – Remova skins e adesivos

Pode parecer bobagem ou preciosismo, mas aquele skin maneiro que você usa no seu Drone pesa e por pouco que isto seja, vai gerar algum esforço a mais dos seus motores para manter o hover da sua aeronave. Se observarmos os Drones mais vendidos no Mercado, de empresas como DJI, Yuneec, Parrot ou Autel, eles são muito econômicos no uso de adesivos e raramente usam skins para personalização de modelos.

Skin utilizado em modelo DJI

3 – Remova os protetores de hélice

Não estamos aqui para crucificar os protetores de hélice, até porque eles são acessórios valiosíssimos para os pilotos que estão começando ou até para pilotos mais experientes que irão enfrentar missões arriscadas e com grande probabilidade de contato das hélices com algum obstáculo. No entanto, quando nos referimos a tempo de voo, este acessório certamente vai tirar alguns minutos de desempenho de voo do seu Drone e em alguns casos não só pelo peso, mas também pela diminuição da aerodinâmica. Se você é um piloto experiente ou se o seu Drone possui sensores de obstáculo, remover os protetores de hélice vão gerar um benefício tanto em tempo de voo, quanto em qualidade de movimentos e estabilidade do Drone.

4 – Use baterias de qualidade

Aquele desconto maroto de algumas dezenas de reais ou alguns dólares podem custar caro na hora do voo. A bateria é vital ao Drone e além de ser o item mais importante (não o único) para definir o tempo de voo, ainda pode te causar um acidente e te custar o equipamento todo.

Evite comprar baterias sem marca, estufadas ou que possuem tamanho desproporcional ao que você precisa para alimentar seu Drone. Não adianta apenas ter mais mAh ou capacidade de descarga. Uma boa bateria possui equilíbrio entre capacidade de carga, capacitância e consequentemente capacidade de descarga (mAh x C). A harmonia entre estas características da bateria vai proporcionar uma bateria mais leve e com melhor capacidade de alimentação.

Baterias Lipo estufadas

A quantidade de ciclos que sua bateria já gastou também começará a influenciar no tempo de voo. Baterias mais velhas tendem a não carregar completamente ou não balancear suas células perfeitamente.

Dê preferência para marcas consagradas pois apesar de serem mais caras, vão garantir maior longevidade da sua bateria e que não haverá um apagão ou superaquecimento da bateria durante o voo.

5 – Retire a câmera do Drone

Dados oficiais do Mercado de Drones do Brasil apontam que aproximadamente 60% das utilizações são para hobby. Muitos pilotos que utilizam o Drone apenas para lazer nem chegam realmente a se importar com a imagem que está sendo transmitida pela aeronave e sim apenas com a pilotagem e manobras visuais que irá fazer com o Drone.

Alguns Drones podem ter o gimbal e a câmera retirada e se este é o caso do seu, esta atitude será certamente um grande alívio de peso para o seu equipamento. Além do peso, alguns transmissores de vídeo podem drenar bastante a bateria também, dependendo da sua potência de transmissão e também podem ser sacados para melhorar ainda mais o tempo de voo.

6 – Escolha a hélice perfeita

A hélice é um item importantíssimo e complexo para aumentar o tempo de voo do seu Drone. Você deve se atentar a fatores como tamanho da hélice, formato e material de composição.

Uma hélice muito pequena resultará em menos capacidade de carga do Drone e obrigará os motores a fazerem um esforço extra para manter o Drone em voo. Uma hélice muito grande pode sobrecarregar e superaquecer o motor, diminuindo sua eficiência e o tempo de voo e no pior dos casos queimar o mesmo.

O tempo de voo do seu Drone também pode variar dependendo do formato da hélice. Existem vários modelos no Mercado e você pode testar alguns, o que implicaria em ter que comprar vários tipos, ou você pode utilizar a tabela de referência do fabricante do motor para ter uma noção de qual tipo se encaixa melhor nas características do seu Drone.

Alguns tipos de hélices de Drones

 

Se você conhece outras maneiras de aumentar o tempo de voo do seu Drone, deixe um comentário aqui. Isto vai enriquecer demais o nosso conteúdo e ajudar várias pessoas que têm dúvidas a atingir o melhor desempenho possível do Drone.

 

Por: Leonardo F. Minucio
Diretor e Co-Founder da Futuriste

Colaboração: Equipe Futuriste

Compartilhe este conteúdo

6 comentários em “6 maneiras de aumentar o tempo de voo do seu Drone

  • abril 18, 2018 em 2:14 am
    Permalink

    Boa noite….o meu phantom 3 eu costumo deixar as luzes vermelhas dianteiras tbm deixo apagadas e meu drone não tem nenhum colante tbm….não é a toa q os phantom 4 são lisos sem nenhum adesivo e a bateria dura bastante rsrsr.

    Resposta
    • abril 18, 2018 em 5:25 pm
      Permalink

      Exatamente Renato! Tudo isso faz diferença!
      Um abraço.

      Resposta
  • julho 11, 2018 em 7:24 pm
    Permalink

    Queda de Phantom4Advance, por possível falha de bateria.
    Em 10/07/18. Porto Alegre. Antes de efetuar a decolagem, chequei todos os parâmetros e tudo estava ok.
    Bateria original com 99% de carga.
    Sem nenhum aviso de qualquer anormalidade.
    Após a decolagem, com 2 min de voo, simplesmente os motores pararam de funcionar, causando a queda livre do drone.
    Não houve nenhum comando cruzado e nenhuma ação para que ocorresse a parada dos motores.
    Compartilho, visando a divulgação e segurança de voo.

    Resposta
    • julho 13, 2018 em 1:44 pm
      Permalink

      Olá Fabricio!
      O seu caso não é único. Aqui na nossa Assistência já chegaram outros casos similares.
      Existe um lote de baterias que causam um “apagão” no Drone e consequentemente, queda.
      Sugerimos acionar a garantia do seu equipamento.

      Um abraço!

      Resposta
  • setembro 6, 2018 em 1:39 am
    Permalink

    Boa noite
    Gostaria de saber se um drone pode ficar no ar por 1:40 min.
    Pois esse foi o tempo que fiquei vendo uma luz no céu

    Resposta
    • setembro 9, 2018 em 6:13 pm
      Permalink

      Alex,
      existem Drones que podem voar por a té 2.5 horas contínuas. No entanto dificilmente ficaria parado no mesmo lugar por todo este tempo.

      Resposta

Deixe uma resposta para Fabricio Jose Breyer Gonçalves Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *